BPM: você sabe a importância para a sua empresa?

Sessão: BMP - Gestão de Processos | Em: 01/02/2020 | Lida: 1407 vezes | Postado por: Mauro Fernando Romero

Muitas empresas estão adotando o BPM para melhorar processos e ganhar mais competitividade no mercado.

Essa é uma tendência que muitas organizações realmente deveriam seguir, porque segundo o Relatório de Pesquisa de Mercado de Gerenciamento de Processos de Negócios, que comporta o período de 2017 a 2023, da Market Research Future, o mercado global de BPM deverá ter um crescimento na ordem de US$ 16 bilhões.

A sigla BPM (Business Process Management, traduzindo, Gerenciamento de Processos de Negócios) traduz uma disciplina do Gerenciamento de Operações que prevê a melhoria de desempenho geral de uma empresa, por meio de métodos para descobrir, analisar, modelar, medir, otimizar a automatizar os processos.

Para entender o que é BPM, é importante saber que essa estratégia não está ligada a gerenciamento de tarefas, que é mais pertinente aos projetos, mas sim às principais operações de um negócio, que fazem parte do planejamento estratégico da empresa.

A disciplina evoluiu de uma categoria focada na tecnologia para uma visão mais holística e focada em princípios que gerem valor e processos eficientes.

Em um momento altamente competitivo entre as empresas, promover mudanças, desenvolvimento e melhorias que resultem em integração entre os objetivos da empresa e expectativas de clientes pode ser o principal sinalizador da permanência de uma organização no mercado.

E por que usar o BPM?

Dentro de cada negócio, há um conjunto de processos que se repetem sucessivamente. O BPM vai analisar cada um desses processos para entender como gerar mais valor para essas empresas, especialmente se estiverem coordenados pelas várias equipes.

Com o BPM será possível descobrir processos que não valem a pena e podem ser eliminados ou terceirizados, reconhecer mudanças de hábitos dos clientes e mercados, melhorar métricas de satisfação do cliente, incentivar a inovação, entre outros. Veja alguns passos:

Identificação dos processos
Por isso, a gestão de processos passo a passo vai gerar um entendimento melhor do próprio negócio.A primeira medida é identificar cada processo, reconhecendo a sequência de atividades, fluxos e responsáveis.

Mapeamento dos processos
O próximo passo é fazer o mapeamento de processos, que vai apresentar a duração, frequência, recursos necessários e custos envolvidos em cada processo.
Quando os processos são mapeados, fica muito mais fácil identificar onde os custos podem ser reduzidos.

Melhoria dos processos
Depois de identificar e mapear os processos, a próxima etapa é a de melhoria, também conhecida como Business Process Improvement (BPI), para que esses processos atendam às expectativas dos clientes e da própria organização.

Automação dos processos
Muitos desses processos não precisam ser realizados por pessoas. Para realizar essas melhorias, o BPM está fortemente conectado com a tecnologia, que vai promover automação dos processos.

É possível fazer uso de tecnologias aplicadas que dêem suporte, vão analisar, modelar e promover a arquitetura de cada processo, bem como o gerenciamento de dados, armazenamento de regras e até execução dos processos.

Essa etapa vai trazer mais agilidade porque vai eliminar desperdícios de tempo, priorizando e executando os processos de forma automática.

Adotar o BPM traz diversos benefícios para as empresas:

  • Ajuda as empresas a reconhecer e responder novas demandas;
  • Melhora as chances de uma empresa se manter competitiva;
  • Descobrir que os modelos antigos não continuam eficazes;
  • Aumentar a produtividade;
  • Ajuda a reduzir custos;
  • Facilitar a retenção de clientes;
  • Aumentar a colaboração entre departamentos;
  • Melhorar a proteção, segurança e conformidade dos processos;
  • Padronizar os processos.

Como fazer implantar o BMP?

Com o software correto, a implementação do BPM na organização pode ser completamente personalizada.Mas antes disso, é preciso fazer alguns questionamentos para gerar bons e novos resultados para a organização:

  • Quais processos vão receber o foco?
  • O que resulta desse processo?
  • O processo está atendendo objetivos?
  • O que precisa ser melhorado em um processo?
  • Quais mudanças seriam necessárias para promover as melhorias do processo?

Além da aprovação dos executivos, os envolvidos nos processos também precisam entender a importância do BPM. Os feedbacks desses profissionais podem ser muito importantes para a fase de implementação.

Depois disso é a hora de pensar em um software que vai gerar a melhor solução para as necessidades da organização. Uma opção que facilite a colaboração e a comunicação, além de definir os fluxos sem novas contratações são aspectos a serem analisados.

Gestão de processos

Como o BPM tem um compromisso com a melhoria contínua, é importante que as empresas possam monitorar e medir os resultados de seus processos após a implantação. É preciso medir para gerenciar, e saber se realmente houve melhorias no desempenho.

É possível começar o passo a passo com um processo, depois de implementado, monitorado e medido, a ação do BPM pode avançar para outros, e, assim, sucessivamente até estar em todos os processos da empresa.




Leia também nesta sessão ...
O uso BPM para alavancar as organizações
O que é gerenciamento de processos de negócios?
Processos estratégicos: o que são e como estruturá-los utilizando indicadores de desempenho
Gestão da mudança em organizações



BPM: você sabe a importância para a sua empresa? | PrintPIX

Fale conosco